DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO

CAMPUS UNIVERSIRÁRIO DO ARAGUAIA

Duração: (4 anos – Bacharelado)

Coordenador(a): Paulo Afonso Ferreira

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Plano de ensino

O Curso de Agronomia objetiva formar Engenheiros Agrônomos com base sólida e com equilíbrio entre ensino-aprendizagem e prática, adequando a formação do Engenheiro Agrônomo às necessidades da realidade atual, permitindo à estes profissionais uma formação generalista e uma visão abrangente para o desempenho de todos os segmentos da profissão,sendo capaz de gerar, adaptar e validar tecnologias que contribuam para a melhoria e aprimoramento das atividades ligadas à agropecuária nacional e, principalmente, regional, com ênfase em áreas que promovam um maior conhecimento das necessidades regionais, além de uma sólida formação humanística, econômica, cultural e crítico-valorativo das atividades pertinentes ao seu campo profissional, orientando a comunidade e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida do homem com o uso racional dos recursos disponíveis sob a ótica da sustentabilidade da relação do homem com a natureza.

MERCADO DE TRABALHO

O Engenheiro Agrônomo, formado pelo curso de Agronomia do Campus do Araguaia/UFMT, deverá possuir ao término do curso, habilidades para proposição de soluções técnicas para a agropecuária, compatíveis com a realidade socioeconômica e com a sustentabilidade. Assim, espera-se que este profissional esteja apto a realizar as seguintes competências:

  • Planejar e dirigir trabalhos relativos à engenharia rural, no que se refere aos problemas agropecuários, abrangendo máquinas e implementos agrícolas, irrigação e drenagem, topografia e geoprocessamento, construções rurais e ambiência, secagem e armazenamento de grãos; Elaborar laudo de perícias e avaliações de engenharia na área rural, construir obras rurais;
  • Elaborar, assessorar e executar projetos que visem à implantação de novos métodos e práticas agrícolas com a finalidade de explorar racional e economicamente as plantas produtoras de alimentos, fibras, óleos e plantas ornamentais;
  • Planejar e desenvolver atividades relacionadas aos recursos naturais renováveis e à ecologia;
  • Exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão.